O que é dor fantasma e quais as consequências para um amputado?

O que é a dor fantasma?

A dor fantasma, também conhecida como dor no membro fantasma, é uma condição que atinge, de maneira geral, pessoas que perderam membros há pouco tempo.

Nada mais é, de maneira objetiva, que uma sensação de desconforto no membro que já não existe mais — algo que caracteriza a sensação como um distúrbio psicológico.

Nesses casos, o paciente, em outras palavras, não assimila perfeitamente a amputação do membro e pode vir a sentir pontadas, fortes dores, formigamentos, queimação ou até o movimento desse membro que não mais existe.

Na apresentação de um ou mais dos sintomas acima citados, é importante que um médico especialista seja procurado imediatamente.

Confira também o nosso post sobre Paralisia Cerebral.

Quem está sujeito a sofrer de dor fantasma?

Como já citado anteriormente, qualquer pessoa que tenha sofrido uma amputação recente está sujeita a sofrer com tal condição. Grande parte dos amputados, inclusive, tem chances consideráveis de desenvolver o problema.

Isso acontece porque, pelo menos a princípio, pessoas que viveram suas vidas inteiras com todos os membros demoram a digerir a perda. Ainda mais quando esta se dá por meio de acidentes traumáticos, como os de trânsito ou aqueles relacionados ao trabalho.

Quais as consequências da dor fantasma para um amputado?

As principais consequências da dor fantasma para um amputado decorrem dos desconfortos que esse tipo de condição pode trazer.

Tudo isso, evidentemente, em conjunto com a frustração trazida por um psicológico abalado — que pode também gerar outras doenças, como a depressão, por exemplo.

Como curar a dor fantasma?

A dor fantasma pode ser curada por meio de tratamento psicológico e fisioterápico. É de extrema importância que as instâncias físicas e mentais/emocionais do paciente sejam muito bem cuidadas durante o processo.

Ao longo do período, o contato com especialistas é indispensável, assim como a paciência, fator importante para lidar com as variações do tempo de cura entre diferentes pacientes.

Assim sendo, caso você sinta algum dos sintomas da dor fantasma, procure um médico imediatamente e comece o seu tratamento o mais rápido possível.

Se, por outro lado, você não apresenta os sintomas da dor fantasma, mas tem outras dúvidas relacionadas a amputações, confira os outros textos do nosso blog e acompanhe com atenção as nossas novas publicações.

Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies
Ao continuar a navegar ou clicar em "Aceitar todos os cookies", você concorda com o armazenamento de cookies próprios e de terceiros em seu dispositivo para aprimorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing.
Políticas de Cookies
Configurações de Cookies
Aceitar todos Cookies